quinta-feira, 13 de outubro de 2011

RENASCE O SAMBA
Nego Bom/Vinícius de Oliveira

Nasce à flor, agonia livre da dor.
Fundamento sim Senhor
Sentimento de saudade
Com fervor, que invade a maldade
Revelando bondade
Tem segredos do amor

Plantar uma linda semente do samba
Regada com muito suor e letras de força e viver
Com tempo nasceram seus frutos
E vimos seus ramos brotar
Estávamos muito felizes aos vermos o que o samba dá
Uma gafieira, um samba de breque um partido alto.
O samba dolente, nobre sincopado.
E o samba de roda marcado na palma da mão
Mas infelizmente cortaram seus ramos
O samba morrendo e nos frutos enganos
Desonra da velha memória que não se perdeu
Uma gafieira...
Sagrado, profundo, tão belo e humano
Na farsa condena o ato profano
De um broto renasce a raiz que já floresceu

2 comentários:

  1. Que coisa Linda de Deus! Parabéns ao Mestre da Inspiração e ao Samba!

    ResponderExcluir